Era uma noite de Verão e estávamos num dos pontos altos da cidade com vista privilegiada. Discutíamos que ruas correspondiam às luzes que avistávamos lá de cima enquanto saboreávamos um gelado. Era complicado decifrar tudo aquilo mas mas no meio dessa dificuldade eu só pensava em duas coisas: que te amo pra caramba e que quero decifrar as luzes da cidade contigo para sempre.



Podia estar aqui com mil e uma desculpas e explicações que justificassem a minha ausência do blogue mas não o vou fazer. Embora possa não parecer, escrever é uma paixão que me acompanha desde do início da adolescência. Criei o meu primeiro blogue porque não achava piada nenhuma estar a escrever numa simples folha que eu sabia que ninguém iria ler. Era um blogue de carácter bastante pessoal onde eu desabafava quase todos os dias, era uma espécie de diário. Chegou o dia em que achei por bem eliminá-lo e assim foi. Apesar disso, a vontade de voltar a criar um assolou-me várias vezes e fui sempre adiando até que criei o segundo que não durou muito tempo porque, confesso, desisti dele. E, mais uma vez, muitas vezes tive vontade de voltar. Quando recebi o incentivo que me faltava e ganhei coragem nasceu o Dona Ritta. Mas Rita, coragem para quê? 

Sou uma pessoa muito insegura daquilo que sou e daquilo que eu faço. O falhanço e o medo de cair no ridículo dão cabo de mim quase todos os dias. A simples ideia de imaginar alguém que me conhece a ler o blogue e a gozar com aquilo que aqui coloco invade-me cada vez que eu tenho vontade de escrever um post. E é a isto que se deve a minha ausência. Sei que não é saudável eu ser assim mas acreditem que todos os dias tento lutar contra isto até porque, em certas situações, vejo a minha vida prejudicada por conta do medo e da insegurança.

Sei que tenho um longo caminho a percorrer mas cada passo é uma pequena vitória e partilhar com vocês este lado tão pessoal é uma conquista.

quote, insecurity, and words image

3 países que quero muito visitar


1. Brasil. É sem dúvida o país que mais desejo visitar! Há anos que sonho em lá ir e como a esperança é a última a morrer espero lá ir na minha lua-de-mel. Tudo no Brasil me atrai, desde as praias e a curiosidade em conhecer a Amazónia até ao simples facto de ter o português como língua. Tenho ideia de um povo brasileiro muito alegre e hospitaleiro (isto baseando-me nas pessoas brasileiras com quem já me cruzei na vida). O ideal seria mesmo ir pela altura do Carnaval, quem é que não gostava de um dia pôr os pés no sambódromo e festejar a época carnavalesca como manda a verdadeira tradição?


2. Austrália. A minha curiosidade pela Austrália deve-se à incrível diversidade de animais que por lá existe. Adoro ver animais, adoro horas passadas no meio da natureza mas não vou mentir e dizer que quando penso neste país não penso automaticamente em koalas e cangurus. Tenho um amor especial por estes dois animais. Acho-os muito fofinhos mas tenho noção que esta fofice pode não ser real no que toca aos comportamentos deles. Porém, enquanto não for atacada por nenhum vou continuar a achá-los assim. 


3. Estados Unidos da América. Acho que não conheço ninguém que não queira, um dia, visitar os Estados Unidos. No entanto, tudo quer ir ao mesmo sítio: Nova Iorque. Ora, a mim, não é isso que me motiva. Aliás, a cidade de Nova Iorque atrai-me muito pouco! O que eu quero mesmo é conhecer Los Angeles e Miami. A curiosidade por Los Angeles vem dos filmes e das séries. Se um dia lá estiver vou-me sentir como se tivesse entrado dentro da caixa mágica. Quanto a Miami...eu babo só a ver fotografias! Como amante de praia que sou, um dos meus maiores desejos é visitar as suas praias paradisíacas. Afinal, quem é que não gostava?